Recomende este post!

Fechar

Enviar


Regras do Blog Edson Sombra

1 – Para comentar no Blog do Edson Sombra você poderá informar, além do seu nome completo, um apelido que poderá usar para escrever comentários.

2 – Sempre que comentar no Blog do Edson Sombra você poderá optar por assinar seu comentário com seu nome completo ou com o apelido que escolheu. A publicação do seu e-mail junto com o seu comentário também é opcional.

3 – Serão eliminados do Blog Edson Sombra os comentários que:

      a - Configurem qualquer tipo de crime de acordo com as leis do país;

      b - Contenham insultos, agressões, ofensas e baixarias;

      c - Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

      d - Contenham qualquer tipo de material publicitário ou de merchandising, pessoal ou em benefício de terceiros.

      e – Configurem qualquer tipo de cyberbulling.

4 – A publicação de comentários será permanentemente bloqueada aos usuários que:

      a - Insistirem no envio de comentários com insultos, agressões, ofensas e baixarias;

Avisos:
 

1 – No Blog do Edson Sombra, respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados. Pede-se, apenas, que o espaço dos comentários não sirva para bate-papo sobre assuntos de caráter pessoal ou estranhos ao blog;

2 – Ao postarem suas mensagens, os comentaristas autorizam o titular do blog a reproduzi-los em qualquer outro meio de comunicação, dando os créditos devidos ao autor;

3 – A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica.

  • Fechar Enviar

Brasil, Brasília - Distrito Federal, 20 de agosto de 2017

cartao-brb

Investimentos em tecnologia resultam em queda na violência e mais agilidade na Segurança

Investimentos em tecnologia resultam em queda na violência e mais agilidade na Segurança
A integração das forças da pasta, os investimentos em tecnologia e a criação de programas com parceiros para um esforço conjunto têm mudado a realidade da vida dos goianos
Por Goiás agora Foto: Reprodução/Divulgação - 09/01/2017 - 10:31:34

Uma nova política de gestão tem transformado a área de Segurança Pública em Goiás. A integração das forças da pasta, os investimentos em tecnologia e a criação de programas com parceiros para um esforço conjunto têm mudado a realidade da vida dos goianos e reduzido os índices de criminalidade no estado.

 

gr_ficos-dez-2016-jornal-710x554Resultado dessa nova política está comprovado no último relatório da Gerência do Observatório da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), onde seis indicadores prioritários apresentaram recuo comparando-se 2016 a 2015. Os casos de homicídios, por exemplo, cometidos em Goiás, no mês de dezembro, apresentaram recuo de 9,87%.

 

Segundo o Superintendente de Comando e Controle, Coronel Francisco Jubé “o cenário do estado de Goiás é diferente dos cenários de diversos estados como exemplo do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, onde as forças de segurança pública estão desmotivadas, com salários atrasados e indicadores explodindo. Goiás, se não foi o único, foi um dos únicos que conseguiu reduzir seis indicadores”.

 

Tecnologia é aliada

EDU_9544Segundo Jubé, em 2016 foram investidos mais de R$ 3 milhões em tecnologia e aquisição de novas câmeras para o Centro Integrado de Inteligência, Comando e Controle (CIICC) do estado. São 265 câmeras de alta definição, com rotação de 360 graus, que estão espalhadas por diversos pontos da capital, escolhidos de acordo com a incidência de criminalidade em cada região. Para se ter uma ideia, no ano de 2014, eram apenas 70 câmeras.

 

O CIICC conta com profissionais capacitados e de olho em tudo que acontece na cidade. A supervisora de atendimento do CIICC, tenente Juliana Simo, explica que cada controlador, através das câmeras, faz uma filtragem daquilo que está acontecendo na cidade. “Sabem quais são os pontos críticos e, evidenciando um potencial flagrante de delito, já acionam a viatura. E daqui verificamos a abordagem”.

 

Superivisora de Atendimento Juliana Simo fotos Eduardo FerreiraEla informa que o Centro e suas câmeras também auxiliam para recuperação de veículos e até em casos de acidentes, onde são acionados de forma concomitante polícia militar e bombeiros, por exemplo. “Com essa Central estamos proporcionando segurança pública de qualidade: a população ganha com isso e os servidores da Segurança Pública também. Temos recursos melhores para trabalhar e a população ganha com agilidade no atendimento”, diz tenente Juliana.

 

Jubé comenta que as forças, como Polícia Militar, Civil, Samu, entre outras corporações, além dos parceiros municipais, trabalhando de maneira conjunta, têm um mesmo foco e não se desperdiça tempo e esforços em uma mesma ação, gerando assim resultados positivos.

 

Aplicativos modernos

EDU_9671Outro ponto importante quando o assunto é tecnologia na Segurança é o Registro de Atendimento Integrado (R.A.I), onde todas as forças têm seus dados em um sistema unificado. Com o R.A.I, tanto a população quanto as instituições de segurança são beneficiadas, pois não há a necessidade de se fazer diferentes registros para o mesmo caso. Há ainda, a unificação das fontes de informações e a diminuição das subnotificações, o que deve melhorar a capacidade investigativa das forças policiais.

 

O investimento na inteligência da área da Segurança Pública também é um dos pontos importantes no Governo Marconi. Toda ação tem um início, uma análise, um relatório e, consequentemente, uma tomada de decisão embasada. Os serviços de inteligência são fundamentais para a prevenção e a elucidação de crimes, e também na redução dos números.

 

A Plataforma de Sistemas Integrados (PSI), formada pelos programas Registro de Atendimento Integrado (R.A.I), Sistema Geográfico de Informação (GisGestão), Mapeamento de Operações Policiais Integradas (MOPI), Mapeamento de Ações Sociais Integradas (MASI) e o Aplicativo de Integração entre Polícia e Cidadão (IX9), lançados em maio de 2016, foram alguns dos programas que modernizaram ainda mais a rede de segurança do Estado de Goiás.

 

Parceiros

Camera de Monitoramento Fotos Eduardo FerreiraEm setembro deste ano, o governador Marconi Perillo lançou o Pacto Social Goiás Pela Vida, um programa que tem o objetivo de reduzir inicialmente os indicadores de criminalidade em 21 municípios goianos que concentram 89% dos crimes contra a vida e contra o patrimônio.

 

Este programa, em parceria com a comunidade, visa identificar as causas dos delitos. Nesse sentido, uma estrutura administrativa é voltada especificamente para fazer a comunicação e levar os serviços públicos considerando a incidência criminal. Há um alinhamento das necessidades do diagnóstico da sociedade e das análises da Segurança Pública.

 

Se há casos, por exemplo, de evasão escolar, a Secretaria de Educação é acionada para realizar ações naquela determinada região e atrair os estudantes. Ou seja, todos da sociedade contribuindo para a melhoria da Segurança Pública.

 

“O pacto tem a obrigação de envolver a estrutura do Município, da União e isso tudo feito com monitoramento da superintendência de operações integradas e o direcionamento das ações”, diz coronel Jubé. A intenção é unir esforços para combater qualquer tipo de violência no estado com ações preventivas.

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo: